terça-feira, 25 de dezembro de 2007

A Doutrina da Redenção em Cristo

Definida pelo dicionário Aurélio, a palavra resgate é “o ato de livrar do cativeiro, ou de dívida, por meio de pagamento em dinheiro ou outro valor; remir; libertar”. Já a palavra redenção, é definida como sendo “o ato capaz de livrar ou salvar alguém de situação aflitiva ou perigosa; e, em sentido religioso, é a salvação oferecida por Jesus Cristo na cruz, com ênfase no aspecto da libertação da escravidão do pecado.”

De modo semelhante, a Palavra de Deus nos revela o significado dessas palavras, relacionando-as ao projeto eterno de Deus, em Cristo Jesus. No Antigo Testamento a palavra redimir é tradução de duas palavras hebraicas. A primeira era usada para indicar o pagamento em dinheiro, exigido por lei, para a redenção dos primogênitos (Êx.13:2,11-16), ou seja, o resgate que isentava aos israelitas da obrigação de que cada primogênito, homem ou animal, fosse separado para Deus (Nm.3:46-49; 18:15ss). A segunda era usada para indicar o livramento de pessoas da servidão (Êx.21:8; Lv.25:47-49). Indicava, ainda, a recuperação de propriedades que houvessem passado para outras mãos (Lv.26:26; Rt.4:4ss), bem como a comutação de um voto (Lv.27:13,15,19,20), ou de um dízimo (Lv.27:31). Em um caso de homicídio, um parente tinha o direito de redimir (vingar) o sangue da vítima (Nm.5:8; 1Re.16:11).

Um aspecto interessante do significado destas palavras, está relacionado com o ano do jubileu. Quando alguma família perdesse o direito de usufruir de um terreno, por causa de dívida, por exemplo, este lhe deveria ser devolvido no ano do jubileu, a cada cinqüenta anos (Lv.25:8-17). Para isso, antes desse ano, um parente mais próximo tinha o direito e a responsabilidade de remir a propriedade, liqüidando a dívida e restaurando-a a seus donos originais (25:23ss). Noemi chamou o filho nascido a Boaz e Rute de Obede (redentor), porque a livrara do opróbrio de não ter herdeiro masculino sobrevivente (Rt.4:14). Todos esses fatos têm relação direta com o Senhor Jesus Cristo.

Um comentário:

Messias oliveira disse...

Gostei, pois, posso comparar com o sacrifício de Cristo por nós, que não podendo pagar o preço do pecado Ele pagou por nós.