domingo, 14 de fevereiro de 2010

Unificação da moeda eletrônica global (IV)


O SISTEMA DO GOVERNO MUNDIAL E O CONTROLHE MONETÁRIO DA SOCIEDADE GLOBALIZADA DO NÚMERO 666

Depois de anos de planejamento,
pesquisa, e desenvolvimento as instituições financeiras do mundo estão anunciando e antecipando SOCIEDADE GLOBAL SEM DINHEIRO. A habilidade para administrar todas as maneiras de troca monetária está sendo substituída agora por uma tecnologia de microchip ou dinheiro eletrônico. Como já vimos anterirmente a MONDEX é a companhia que provê este sistema sem dinheiro e já tem privilegiado mais de 20 principais nações do mundo.

Segundo Chris Beard o "SET-MARK SET" é comparado como um deus egípcio do mal ou Satanás. MARK é a MARCA da Besta 666 que vem junto com o microchip, que pode vir em forma de cartões de crédito, onde se pode usar um dispositivo no seu interior microchip (com os dados de Transferência Eletrônica Pessoal). Esta carteira é classificada segundo o tamanho de cálculos que lhe permite administrar a moeda corrente pessoal com a troca com outros proprietários do cartão. Os cartões também trabalham com a VISTA de NORTEL/BELL 360 telefones, telefones públicos do MILÊNIO, Bancos 24 horas, seu PC, a INTERNET, e negócios on-lines e instituições já estão preparados para o governo do anticristo. (Postado por Chris Beard). Como acontecerá isto? Vejamos:

i. Crise no sistema monetário mundial. Tudo indica que com a crise do sistema econônico mundial, o sistema monetrário atual entrará em colapso, e, necessáriamente, deverá surgir um novo sistema mometário global que subistituirá o antigo, para salvar os meios de troca mercantil, e das transações bancárias da "nova ordem mundial".

ii. Feriado bancário mundial. Haverá, certamente, "um feriado bancário mundial", comadado pelo BIS -banco controlador mundial - que controlorá os Bancos Centrais (BC´s) dos países componentes de todos blocos econômicos dos países membros. A partir dessa data, as moedas de todos os países perderão seu valor de troca, e as pessoas serão obrigadas a procurarem suas contas correntes em seus Bancos para converterem seus créditos ou débitos por valores correspondentes à "nova moeda eltrônica da nova ordem mundial", sem o que ninguém poderá comprar ou vender, porque perderá seu valor de troca... Assim, quem tiver com o controle do sistema "eletrônico informatizado", com base no ", código eletrônico de barras", ou coisa semelhante, controlará a "economia globalizada" , quando todos serão obrigados a se cadastrar em seus bancos.

iii. "Charigma" a marca da besta
. Daí precisar de uma "senha" ou código, onde caracterize a "marca registrada" do dono do negócio ou da pessoa, como acontecia com a "marca" (charigma) feita com ferro quente no escravo pelo seu senhor, no Império Romano. Segundo alguns comentaristas, bem informados, foi descoberto que no código de barra eletrônico, já tem inserido em todas as mercadorias no mundo inteiro, três barras maiores destacadas , sem aparecer os números: uma no começo, outra no meio, e outra no fim, indicando ter no contexto três números "seis" invisíveis ou seja 666, que é um número de homem... (Vide código de barras acima)

iv. Cumprimento da profecia apocalíptica.
Portanto, deverá se cumprir a profecia apocalíptica que diz: "A todos, os pequenos ou grandes, os ricos e os pobres, os livres e os escravos, faz que lhe seja dada certa marca sobre a mão direita ou sobre a fronte, para que ninguem possa comprar ou vender, senão aquele que tem a marca, o nome da besta ou o número do seu nome. Aqui está a sabedoria. Aquele que tem entendimento calcule o número da besta, pois é número de homem. Ora, esse número é seiscentos e sessenta e seis". Ap. 13.16-18.

v. O homem passará a ser um "número" escravizado pelo sistema. No mundo globalizado em que vivemos em direção ao que alguns chamam de "aldeia global", cada vez mais, o cidadão fica vunerável às decisões globais sem ter participação, dentro de um contexto pluralista, relativista, a mercê de um domínio perverso, materialista, sem fronteiras, centralizado. A humanidade vai se tornando, cada vez mais, escrava do poder econômico-político-social, sem Deus, sem esperança no porvir, sem segurança... Por isto que exorta o apóstolo Paulo: "Manda aos ricos deste mundo (kosmos) que não sejam altivos, nem ponham a esperança na incerteza das riquezas, mas em Deus, que abundamente nos dá todas as coisas para delas gozarmos" 1ª Tm 6.17.

Conclusão.
Não podemos ficar escravos desse sistema malígno dominador! Temos que tomar posição firme ao lado do Senhor dos senhores, atentando para o que disse Jesus: " (...) Ninguém pode servir a dois senhores; porque ou há de odiar a um e amar o outro, o se dedicará a um e desprezará o outro. Não podeis servir a Deus e às riquesas (Mamom)." Mt 6.24. A quem devemos servir melhor nesta vida? A Deus ou as riquesas (Mamom) ? Devemos servir melhor ao Senhor para não ficarmos escravos das riquesas, sem tempo para servir ao Senhor, e ficarmos desapercebidos na Sua vinda gloriosa... Como disse Jesus em Ap 16.15: "Eis que venho como um ladrão. Bem-aventurado aquele vigia, e guarda os seus vestidos, para que não ande nu, e não se vejam as suas vergonhas". (Continua) >>>



ENTENDO O CÓDIGO DE BARRAS

2 comentários:

Cristina disse...

Meu caro pr. djalma gostaria que me enviasse por email aquele texto sobre o minsiterio feminino pois tenho interesse em estuda-lo e perdi o anterior.
Pr. Evandro
meu e-mail é evandrolutero@ig.com.br

Djalma Pereira disse...

Alô prezado Pr Evandro.
Jesus nos ama muito!!!

Obrigado pelo seu interesse nesta importante matéria, muito polemizada nestes últimos dias...
Aguarde que breve lhe enviarei.

Fraternalmente. Pr Djalma