segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

O homem espiritual tem a mente de Cristo



O CRISTÃO GENUINO TEM A MENTE DE CRISTO.


Texto bíblico: "v12 Mas nós não recebemos o espírito do mundo, mas o Espírito que provém de Deus, para que pudéssemos conhecer o que nos é dado gratuitamente por Deus. v13 As quais também falamos, não com palavras de sabedoria humana, mas com as que o Espírito Santo ensina, comparando as coisas espirituais com as espirituais. v14 Ora, o homem natural não compreende as coisas do Espírito de Deus, porque lhe parecem loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente. v15 Mas o que é espiritual discerne bem tudo, e ele de ninguém é discernido. v16 Porque quem conheceu a mente do Senhor, para que possa instruí-lo? Mas nós temos a mente de Cristo. 1ª Co 2.12-16


Para se entender bem este assunto, preliminarmente, precisamos entender os três tipos do ser humano que o apóstolo Paulo descreveu nesse texto, a saber:


1. O homem natural, (no grego, psuchixos), que é o indivíduo em estado natural, sem o Espírito Santo de Deus, o homem ainda não regenerado, isto é, que não nasceu de novo da "água e do Espírito", ainda não tem a habitação do Espírito Santo, (Rm 8.9), portanto, sem discernimento espiritual. Só tem o "psíquico" ou a alma humana desligada do Espírito Santo, ou seja, sem "a mente de Cristo".(1ª Co 2.14-16).


2 O homem espiritual, (no grego, pneumatikos), é o homem regenerado, o que nasceu de novo do Espírito, isto é, o que é nova criatura, conforme está escrito em 2ª Co 5.17: "v17 Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é: as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo". Portanto, o espiritual já tem o Espírito Santo habitando nele, e consequentemente, tem "a mente de Cristo", assim: v9 "Vós, porém, não estais na carne, mas no Espírito, se é que o Espírito de Deus habita em vós. Mas, se alguém não tem o Espírito de Cristo, esse tal não é dele". Rm 8.9 (1ª Co 2.16; Gl 4.6). Paulo fez clara distinção, entre o natural e o espiritual no décimo quarto e no décimo quinto versículo mencionados acima, entre o natural sem entendimento das cousas espirituais, e o "experimentado" ou espiritualmente maduro que discerne bem as cousas do Espírito. (Jo 3.1-7).


3. O crente carnal, (no grego, sarkinos), o qual Paulo menciona em 1ª Co 3.1-4, é o crente que ainda não é maduro, mas, é espiritualmente menino, imaturo. (1ª Co 3.1). Por isto age impulsionado pela natureza carnal ou humana, propiciando uma guerra da carne contra o Espírito, em si mesmo. Então, para resolver esta questão, o apóstolo Paulo indica o caminho certo, ou seja, precisa crucificar a carne com suas concuspiscências, para poder cumprir a vontade de Deus, assim: "(...) v24 E os que são de Cristo crucificaram a carne com as suas paixões e concupiscências. v25 Se vivemos no Espírito, andemos também no Espírito". Gl 5.22-25.


4. A mente de Cristo. Todo crente genuino tem a "mente de Cristo", porque habita nele o Espírito Santo, que nos faz discenir espiritualmente todas as cousas, "comparando as cousas espirituais com as espirituais", porque o Espírito Santo que habita nele é que dá o discernimento espiritual. É isto que Paulo chama da "mente de Cristo", assim: "(...) v16 Porque quem conheceu a mente do Senhor, para que possa instruí-lo? Mas nós temos a mente de Cristo". (1ª 2.16). Foi Jesus quem pediu ao Pai que enviasse o Consolador o Espírito Santo da verdade para permacer conosco para sempre e para nos guiar em toda verdade, assim: "v16 E eu rogarei ao Pai, e ele vos dará outro Consolador, para que fique convosco para sempre, v17 o Espírito da verdade, que o mundo não pode receber, porque não o vê, nem o conhece; mas vós o conheceis, porque habita convosco e estará em vós". Jo 14.16-17. Como muito bem disse o apóstolo Paulo: "(...) Ou não sabeis que o vosso corpo é o templo do Espírito Santo, que habita em vós, proveniente de Deus, e que não sois de vós mesmos? Porque fostes comprados por bom preço; glorificai, pois, a Deus no vosso corpo, e no vosso espírito, os quais pertencem a Deus. (1ª Co 6.19-20). (...) Porque todos os que são guiados pelo Espírito de Deus, esses são filhos de Deus". (Rm 8.14). Dai derivou o nome de cristão (no grego "cristós") que quer dizer "ungido" pelo Espírito, assim: (...) Em Antioquia, foram os discípulos, pela primeira vez, chamados cristãos". (At 11.26b; 26.28; 1ª Pe 4.16). Desta maneira o nome de cristão identifica o ser humano como racional e espiritual, distinguindo-o de um aninal irracional.


5. Como o homem espiritual deve ocupar a sua mente?. Deve ocupar sua mente, prioritariamente, com as coisas espirituais, asssim:

a) Meditar na Palavra de Deus de dia e de noite: Como está escrito: "v1 Bem-aventurado o varão que não anda segundo o conselho dos ímpios, nem se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores. v2 Antes, tem o seu prazer na lei do Senhor, e na sua lei medita de dia e de noite. v3 Pois será como a árvore plantada junto a ribeiros de águas, a qual dá o seu fruto na estação própria, e cujas folhas não caem, e tudo quanto fizer prosperará". Sl 1.1-3. (Js 1.8).

b) Ensinar os filhos desde criança na doutrina evangélica. Como está escrito no livro de Proverbios: " v6 instrui o menino no caminho em que deve andar, e, até quando envelhecer, não se desviará dele". Pv 22.6.

c) Vivenciar os mandamentos da Palavra de Deus, em toda maneira de viver. Para ser bem sucedido em seus caminhos: "(...) v104 Pelos teus mandamentos, alcancei entendimento; pelo que aborreço todo falso caminho. v105 Lâmpada para os meus pés é tua palavra e luz, para o meu caminho". Sl 119.104-105. (Js 1.8).

d) Santificar-se pela Palavra de Deus. Como disse Jesus: "(...) v17 Santifica-os na verdade; a tua palavra é a verdade". Jo 17.17. Como também disse o apóstolo Pedro: "(...) v14 como filhos obedientes, não vos conformando com as concupiscências que antes havia em vossa ignorância; v15 mas, como é santo aquele que vos chamou, sede vós também santos em toda a vossa maneira de viver, v16 porquanto escrito está: Sede santos, porque eu sou santo". 1ª Pe 1-15-17. (Ler: Rm 12.1-2; Hb 12.14; ).

e) Ocupar a mente com tudo que é de boa fama e puro. Conforme disse o apóstolo Paulo, assim: "(...)v8 Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai". Fl 4.8

f) Falar de acordo com a Palavra de Deus. Assim se cumprirá o que Jesus disse: "(...) porque a boca fala do que está cheio o coração a ". Lc 6.45b. Conforme está escrito também na epístola de Tiago: "(...) v10 de uma mesma boca procede bênção e maldição? Meus irmãos, não convém que isto se faça assim. v11 Porventura, deita alguma fonte de um mesmo manancial água doce e água amargosa? v12 Meus irmãos, pode também a figueira produzir azeitonas ou a videira, figos? Assim, tampouco pode uma fonte dar água salgada e doce". Tg 3.10-12. Portanto, pelas palavras que falamos, revelamos o estado sadio ou patológico de nossas almas ou mentes. (Ler: Mt 5.37; 15.18; Mc 13.11; Lc 21.15; 2ª Pe 1.21)


Conclusão. Todo cristão deve ser como o homem espiritual, pensando, falando, e agindo de acordo com a pureza, a ética, e a moral cristã. Pensando sempe nas coisas que são espirituais, ou celestiais do reino de Deus, como disse o apóstolo Paulo, assim: "v1 Portanto, se já ressuscitastes com Cristo, buscai as coisas que são de cima, onde Cristo está assentado à destra de Deus. v2 Pensai nas coisas que são de cima e não nas que são da terra; v3 porque já estais mortos, e a vossa vida está escondida com Cristo em Deus. v4 Quando Cristo, que é a nossa vida, se manifestar, então, também vós vos manifestareis com ele em glória". Cl 3.1-4. Falar da mensagem da cruz que apresenta Jesus Cristo como Redentor e Salvador suficiente e que nos dá a vida eterna. Como disse Jesus: "v15 E disse-lhes: "Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura. v16 Quem crer e for batizado será salvo; mas quem não crer será condenado". Mc 16.15-16. (Ler: Jo 3.16; 5.24; 1ª Co 1.18-24). Amém.


2 comentários:

Marione disse...

Meu irmão, Shalom Adonai! Estive por aqui, mas voltarei sempre, pois é bênçao! Muitos òsculos santos em sua amada esposa, aquela jóia dO Senhor!

Ir. Marione Melo/Natal/RN

Djalma Pereira disse...

Alô prezada ir Marione
Jesus nos ama muito!
Obrigado pelo seu bondoso comentário
Gidélia mando um abraço fraternal no Senhor Jesus. Continui acessando o blog mensagem da cruz
Fraternalmente Pr Djalma