quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

PRESTAÇÃO DE CONTAS A DEUS


DE TUDO QUE FIZERMOS PRESTAREMOS CONTAS A DEUS Texto básico: “Porque Deus há de trazer a juízo toda obra e até tudo o que está encoberto, quer seja bom, quer seja mau”. Ecl 12.14.

Introdução – O homem tem o livre arbítrio dado por Deus, por isto ele é um ser moral responsável por natureza, e, portanto, prestará contas a Deus por todos os seus atos praticados. Para Deus só tem valor o que o ser humano fizer espontaneamente por amor e devoção. O apóstolo João esclarece porque o homem é inescusável diante de Deus assim: “(...) Quem crê nele (em Jesus) não é condenado; mas quem não crê já está condenado, porquanto não crê no nome do unigênito Filho de Deus. E a condenação é esta: Que a luz veio ao mundo, e os homens amaram mais as trevas do que a luz, porque as suas obras eram más. E a condenação é esta: Que a luz veio ao mundo, e os homens amaram mais as trevas (pecados) do que a luz, porque as suas obras eram más”. (Jo 3.18-19). Jesus resumiu a essência do juízo vindouro assim: “(...) E deu-lhe o poder de exercer o juízo, porque é o filho do homem (Jesus). Não vos maravilheis disto, porque vem a hora em que todos os que estão nos sepulcros ouvirão a sua voz, e os que fizeram o bem ressuscitarão para a vida eterna, e todos que fizeram o mal para ressurreição da condenação”. Jo 5.27-29. (Ler: 2ª Co 5.10; Mt 25.31-46; Ap 20.11-15; 21.8)

TUDO ESTÁ DESCOBERTO DIANTE DE DEUS. Por que? Porque só Deus é onipotente, oniciente e onipresente. Estes atributos são exclusivos de Deus, por isto Ele é o juiz de toda terra. Textos bíblicos básicos: "Mas Deus é o Juiz: a um abate, e a outro exalta". Sl 75.7. "Mas nada há encoberto que não haja de ser descoberto; nem oculto, que não haja de ser sabido" Lc 12.2; "E não há criatura alguma encoberta diante dele; antes todas as coisas estão nuas e patentes aos olhos daquele com quem temos de tratar". Hb 4.13.

Vejamos os três níveis de julgamentos ou prestação de contas ao Senhor como Juiz:

PRESTAÇÃO DE CONTAS DO QUE FIZEMOS BEM OU MAL

i. Das obras dos crentes no Tribunal de Cristo após o arrebatamento da Igreja: Todos crentes genuínos prestarão contas dos seus atos a Deus, conforme está escrito assim: “(...) v10 Mas tu, por que julgas teu irmão? Ou tu, também, por que desprezas teu irmão? Pois todos havemos de comparecer ante o tribunal de Cristo. v11 Porque está escrito: Pela minha vida, diz o Senhor, todo joelho se dobrará diante de mim, e toda língua confessará a Deus. v12 De maneira que cada um de nós dará conta de si mesmo a Deus”. Rm 14.10-12; (...) “v10 Porque todos devemos comparecer ante o tribunal de Cristo, para que cada um receba segundo o que tiver feito por meio do corpo, ou bem ou mal”. 2ª Co 5.10.

ii. Das nações vivas na volta de Jesus para reinar (parousia): As nações vivas na segunda vinda de Jesus serão julgadas pelo o que fizeram aos seus “pequeninos irmãos” de raça que creram nEle, assim: (...) “v31 E, quando o Filho do Homem vier em sua glória, e todos os santos anjos, com ele, então, se assentará no trono da sua glória; v32 e todas as nações serão reunidas diante dele, e apartará uns dos outros, como o pastor aparta dos bodes as ovelhas. v33 E porá as ovelhas à sua direita, mas os bodes à esquerda. v34 Então, dirá o Rei aos que estiverem à sua direita: Vinde, benditos de meu Pai, possuí por herança o Reino que vos está preparado desde a fundação do mundo; (...) v41 Então, dirá também aos que estiverem à sua esquerda: Apartai-vos de mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para o diabo e seus anjos”. Mt 25.31-34, 41

O JUIZO VINDOURO PARA OS PERDIDOS

iii. O juízo final no trono branco após o milênio: Este julgamento final é para manifestar a justiça de Deus e punir todos aqueles que praticaram atos pecaminosos de toda espécie sem se arrependerem e por não crerem em Jesus como Senhor e Salvador, como está escrito assim: (...) v11 E vi um grande trono branco e o que estava assentado sobre ele, de cuja presença fugiu a terra e o céu, e não se achou lugar para eles. v12 E vi os mortos, grandes e pequenos, que estavam diante do trono, e abriram-se os livros. E abriu-se outro livro, que é o da vida. E os mortos foram julgados pelas coisas que estavam escritas nos livros, segundo as suas obras. v13 E deu o mar os mortos que nele havia; e a morte e o inferno deram os mortos que neles havia; e foram julgados cada um segundo as suas obras. v14 E a morte e o inferno foram lançados no lago de fogo. Esta é a segunda morte. v15 E aquele que não foi achado escrito no livro da vida foi lançado no lago de fogo”, Ap 20.11-15. “(...) v8 Mas, quanto aos tímidos, e aos incrédulos, e aos abomináveis, e aos homicidas, e aos fornicadores, e aos feiticeiros, e aos idólatras e a todos os mentirosos, a sua parte será no lago que arde com fogo e enxofre, o que é a segunda morte”. Ap 21.8.

iv. O temor a Deus. Portanto, todo homem deve temer ao Senhor Deus e guardar os seus mandamentos, “Porque Deus há de trazer a juízo toda obra e até tudo o que está encoberto, quer seja bom, quer seja mau”. El 12.14. Os que permanecerem rebeldes em seus pecados desobedecendo aos mandamentos de Deus serão julgados pelas suas más obras e serão condenados eternamente, o que não desejamos de maneira nenhuma.

Conclusão. Todos que rejeitarem a Jesus como Senhor e Salvador de suas almas, portanto, rejeitando a graça suficiente de Deus em Cristo Jesus, morrem sob a ira de Deus debaixo da culpa do pecado, em conseqüência das suas obras pecaminosas, e por este motivo, serão condenados como está escrito em: Jo 3.36; “Aquele que crê no Filho tem a vida eterna, mas aquele que não crê no Filho não verá a vida, mas a ira de Deus sobre ele permanece”. (Jo 3.18-19, e Jo 5.27-29. Ap 20.13-15). Entretanto, quem se arrepender e crer no Evangelho da graça de Deus será salvo e terá a vida eterna, como disse Jesus assim: “(...) v24 Na verdade, na verdade vos digo que quem ouve a minha palavra e crê naquele que me enviou tem a vida eterna e não entrará em condenação, mas passou da morte para a vida”. É como disse, também, o apóstolo Paulo: “Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna, por Cristo Jesus é nosso Senhor”. Rm 6.23.

4 comentários:

Geraldo Brito (Dado) disse...

Saudações e parabéns pelo blog!

Djalma Pereira disse...

Prezado ir Geraldo

Jesus nos ama muito!
Continui acessando o blog mensagem da cruz e passe para outras pessoas interessadas.
Obrigado Pr Djalma

fabio martins de oliveira disse...

Muito bom o estudo Deus abençoe e continue lhe dandk. Essas revelações dentro da palavra de Deus

fabio martins de oliveira disse...

Dando