sexta-feira, 11 de janeiro de 2008

A importância da ressurreição de Jesus Cristo

A ressurreição de Jesus Cristo

A ressurreição de Jesus Cristo e a sua glorificação à direita de Deus Pai é o ponto central da doutrina do evangelho. Ela tem implicações eternas para a vida de milhões de pessoas que depositaram a sua fé no Filho de Deus, e que aguardam nEle a sua salvação eterna, pela transformação de seus corpos mortais à semelhança do corpo imaculado do Senhor Jesus Cristo. Sem a ressurreição de Cristo, não haveria nenhuma esperança para o homem. O apóstolo Paulo explica detalhamente como será a importância e a ordem da ressurreiço em Cristo Jesus, como está escrito em 1a. Co 15.20-23, assim: "(...) Mas, de fato Cristo ressurcitou dentre os mortos, e foi feito as primícias dos que dormem. Porque assim como a morte veio por um homem (Adão), também a ressureeição dos mortos veio por um homem (Jesus). Porque, assim como todos morreram em Adão, assim também todos serão vivificados em Cristo. Mas cada um por sua ordem: Cristo as primícias, depois os que são de Cristo, na sua vinda". (1a. Ts 4.13-18).

A importância da ressurreição de Cristo

De acordo com as Escrituras, a fé na ressurreição de Cristo é essencial para a salvação (Rm 4.25; 10:9,10):

a) É a doutrina fundamental do cristianismo (1 Co.15). O apóstolo Paulo nos mostra que a pregação do evangelho depende da certeza desta doutrina (v.14); sem ela a fé é vã (v.14); os apóstolos seriam falsas testemunhas (v.15); os cristãos permaneceriam em seus pecados (v.17); os que dormiram em Cristo pereceriam (v.18); os cristãos seriam os mais infelizes de todos os homens (v.19). No livro de Atos dos Apóstolos encontramos relatos de pregações dos apóstolos e discípulos do Senhor, os quais enfatizavam a importância da ressurreição (At.2:24,32; 3:15,26; 4:10; 10:40; 13:30-37; 17:31). Nas epístolas também encontraremos a mesma ênfase (Rm.4:24,25; 6:4-7; 7:4; 8:11; 10:9; I Co.6:14; II Co.4:14; Gl.1:1; Ef.1:20; Cl.2:12; I Ts.1:10; II Tm.2:8; I Pe.1:21).

b) É fundamental para a salvação. Por causa do perdão dos pecados (1Co.15:17); da justificação (Rm.4:25; 8:32-34); da nossa esperança (ICo.15:19); da eficácia da pregação (1Co.15:14); da eficácia da fé (1Co.15:14,17); da nossa ressurreição em um corpo glorioso, tendo sido feitos participantes da natureza divina (1Co.15:49-57; 1Jo.3:2); para provar que Ele é o Filho de Deus (Sl.2:7; At 13:33; Rm.1:4). Deus ressuscitou ao Senhor Jesus Cristo dentre os mortos e O exaltou à Sua direita nos céus, para que Ele fosse o cabeça da Igreja (Ef.1:19-23); o Senhor de todas as coisas, nos céus, na terra e debaixo da terra (Fp.2:9-11); para conceder o Espírito Santo aos que nEle cressem (Jo.1:33; 15:26; 16:7; At.2:32,33); a remissão dos pecados (At.5:31); os dons ministeriais à Igreja (Ef.4:8-13); Ele ressurgiu para que fôssemos aperfeiçoados nEle para a salvação (Rm.5:8-10). Essa confissão não consiste de mera aceitação do fato histórico da ressurreição. Os soldados que estavam guardando o túmulo de Jesus creram nessa realidade ainda que, mentindo, a negassem posteriormente mas nem por isso se converteram. É evidente, pois, que a salvação nada tem a ver com formulas verbais e doutrinárias. Ela vem da expressa confissão verbal de um coração sincero que creu na mensagem do evangelho.

c) Para os santos remidos pelo sangue de Jesus ela significa que eles são gerados para uma viva esperança (1a. Pe.3:21); que desejam conhecer o seu poder (Fp.3:10); que ressuscitarão à semelhança de Cristo (Rm.6:5; 1a Co.15:49; Fp.3:21); e que é o emblema do novo nascimento (Rm.6:4; 2a. Co 5.17; Cl.2:12).

Um comentário:

PAULO ROBERTO rodrigues disse...

amei todo texto,referente a importância da ressurreição de Jesus.é PRECISO ESTA SERIEDADE NA EXPOSIÇÃO DA MENSAGEM BÍBLICA,o que não têm acontecido no meio do povo evangélico.A mensagem,esta mensagem
é de fato a realidade da verdade colocada por Jesus.

missionário Paulo Rodrigues.